22 de fev de 2007

Quinta - Uma meditação - Salmo 18

Podemos encontrar algumas vezes a expressão: “Lugar estreito” ou “Lugar espaçoso” nos textos bíblicos do Antigo testamento. Essas expressões eram a exteriorização de situações comuns para aquele povo em sua época. Andar por caminhos estreitos era o mesmo que dizer que andava em tempos de angústia, em contrapartida o LUGAR ESPAÇOSO era a certeza de estar de acordo com a vontade divina. Canaã era o lugar da promessa e o lugar espaçoso de Israel, a promessa de que os tempos de escravidão, de caminhos difíceis contra outros povos inimigos chegaria ao fim.

Como naquela época, Deus trata e cuida do Seu povo pelos caminhos duros da vida e ensina a preciosidade de estar caminhando como Ele quer. Alcançar o “lugar espaçoso” é um prêmio que serve de testemunho a todos os povos e que temos vivido todos os dias. As palavras para nossa oração de hoje serão fornadas dos elogios ao Senhor, as manifestações de Deus para proteção e defesa daqueles que O temem e o compromisso do ser humano a prosseguir numa vida íntegra, encontradas neste Salmo de Davi:


“O meu baluarte - Trouxe-me para um lugar espaçoso; livrou-me, porque ele se agradou de mim - Glorificar-te-ei, pois, entre os gentios, ó SENHOR, e cantarei louvores ao teu nome.”


Para ler o Salmo 18 - clique no Bíblia On Line - Um dos links deste blog




Nenhum comentário: